11. 5071-1792 | 11. 5594-4002 | 11. 99281-5551

Por que acasalar?

Acasalamento

A decisão de acasalar um animal é de muita importância e responsabilidade, pois temos que, antes de simplesmente acasalar ou cruzar um animal para gerar filhotes, que planejar e sabermos a responsabilidade que teremos com a mãe e com seus filhotes, nos preocupar como: se precisara de cesária, quanto custará, qual a data que nascerão esses filhotes (pois às vezes pode coincidir período de festas e feriados, os quais temos que ficar à disposição). Depois que nascerem, temos que cuidar deles, às vezes ate alimentá-los por mamadeiras, fazer vermífugo, vacina e depois o mais importante: Fazer o melhor destino aos bebês, seja por meio de venda ou doação.
 
O nascimento de uma ninhada saudável é o motivo de satisfação e orgulho para todos na família. Para isso, são necessários alguns cuidados antes, durante e após a gestação.
 
As fêmeas geralmente apresentam 1º cio entre o sexto e o décimo oitavo meses de vida. Na maioria das vezes percebemos que estão a ponto de entrar no cio porque apresentam inchaço na vulva, algumas têm alteração de humor e outras procuram um cantinho para ficarem quietas. A duração do cio pode variar entre 10 e 15 dias, mas isso muda de animal para animal. O período fértil ocorre a partir do 9º dia e pode ser confirmado através de testes hormonais e citologia.
 
As gestações caninas são de aproximadamente 58 a 62 dias, sendo contados a partir do acasalamento, podendo ser confirmada 30 dias após através de ultrassom. Em algumas raças se faz necessário parto por cesárea devido a vários fatores. Apenas o médico veterinário poderá indicar o melhor procedimento para o animal.